Personagens da novela O Rei do Gado

[tabs][tab title =”ANTONIO MEZENGA – Antonio Fagundes”] Descendente das levas de italianos que chegaram ao Brasil no finalzinho do século XIX. Atravessou o Atlântico na barriga da mãe, mas nasceu no Brasil, por volta de 1890. O pai morreu na travessia, vítima, como tantos outros, da peste que assolou o navio. Homem forte, determinado, mas muito sofrido. Sua lavoura de café, conquistada com muito sacrifício, é a sua vida. É casado com Nena (Vera Fischer) e pai de um único filho, Henrique (Leonardo Brício), a quem chamam de Henrico, com o devido sotaque. É do tipo que não leva desaforo para casa, e chega a ser passional se precisar defender os próprios interesses e os da sua família.[/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”GIUSEPPE BERDINAZI – Tarcísio Meira”] Italiano proprietário de uma fazenda de café, igualmente obstinado e passional ao defender seus interesses, assim como Mezenga (Antonio Fagundes). Vive em guerra declarada com o vizinho por causa de uma faixa de terra localizada na divisa das duas fazendas, que não fica bem delimitada nas respectivas escrituras. É casado com Marieta (Eva Wilma) e tem quatro filhos: Bruno (Marcello Antony), Giácomo Guilherme (Manoel Boucinhas), Geremias (Caco Ciocler) e Giovanna (Letícia Spiller). Pai amoroso, mas severo, mantém os filhos sob absoluta autoridade, e espera que eles tenham pela família Mezenga o mesmo sentimento rancoroso. Encara como uma afronta imperdoável o fato de sua filha amar Henrique (Leonardo Brício). Concorda com o casamento apenas pela promessa de receber o pedaço de terra pelo qual briga há muitos anos. Como o acordo não é cumprido, arrasta a filha de volta para casa, e a tranca a sete chaves. Sofre um grande desgosto quando Giovanna foge com o marido. Mais ainda quando também fica sem Bruno, que morre na guerra. Acaba seus dias completamente louco. [/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”MARIETA – Eva Wilma”] Mulher de Giuseppe Berdinazi (Tarcísio Meira), mãe de Bruno (Marcello Antony), Giácomo Guilherme (Manoel Boucinhas), Geremias (Caco Ciocler) e Giovanna (Letícia Spiller). Brasileira, com fala meio italianada pela convivência com o marido. Uma espécie de fiel da balança na relação dele com os filhos. É muito ligada à caçula Giovanna, e fica entre a cruz e a espada quando sabe do amor dela por Henrico (Leonardo Brício). Sofre muito na vida, por conta das obstinações do marido, da fuga da filha e da morte de Bruno na guerra. Como se não bastasse, é traída pelos dois filhos que lhe restam.[/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”GEREMIAS – Caco Ciocler/Raul Cortez”] Terceiro filho de Giuseppe Berdinazi (Tarcísio Meira) e Marieta (Eva Wilma), irmão de Bruno (Marcello Antony), Giácomo Guilherme (Manoel Boucinhas) e Giovanna (Letícia Spiller). Assim como Giácomo, faz tudo como o pai manda. Mas tem espírito de liderança, e essa é a característica que prevalece na sua trajetória. Após a morte de Bruno e, mais tarde, do velho Berdinazi, sua ambição o leva a tomar atitudes cruéis, primeiro com a mãe e a irmã, depois com o próprio irmão. De todos os filhos, é o que mais se parece com o pai. Único personagem que aparece na primeira fase e se mantém na história, além do pequeno Bruno Mezenga. Na segunda fase da trama, aparece como um homem bastante conservado para sua idade, embora com algumas safenas no peito. Costuma dizer que “quem trabalha não tem tempo para envelhecer”. Foi casado duas vezes, mas não teve nenhum filho – tornou-se estéril devido à caxumba que teve na infância. Mergulhou no trabalho com redobrada energia. É um homem rude, mas muito arguto e inteligente, dono de um grande espírito empreendedor. Visando a herança materna, primeiro tirou a mãe e a irmã do caminho, depois o próprio irmão, de quem comprou as terras no norte do Paraná, adquiridas pelos dois depois do golpe na família. Uma vez sozinho, trabalhou feito um mouro, caiu e levantou muitas vezes, até virar dono de tantos cafezais que nem sabe direito quantos. Na região onde vive, é conhecido como o “Rei do Café”. Mas diversificou suas atividades. Começou criando gado de leite, foi um dos maiores produtores de leite B e C e hoje ordenha duas mil vacas da melhor qualidade, produzindo leite A, considerado um dos mais puros do país. É um vencedor, em todos os sentidos. Mas traz consigo a frustração que a riqueza não paga: é um homem sozinho, sem ninguém para herdar seu império. Vive carregado de remorso e ansiedade e, por esse motivo, a princípio recebe a impostora Marieta (Glória Pires) comovido e sem defesas, ainda que não tenha muita certeza se ela é mesmo filha de seu irmão Giácomo Guilherme.[/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”BRUNO BERDINAZI MEZENGA – Antonio Fagundes”] Filho de Henrique (Leonardo Brício) e Giovanna (Letícia Spiller). Criança ainda, quando viajava na garupa do pai, tangendo boiadas pelas estradas da vida, soube que se chamava Bruno por causa de um tio que morreu na guerra, e que o Mezenga de seu nome era por causa do avô paterno, Antônio Mezenga (Antonio Fagundes). Esse, para ele, era um herói. Do outro avô, Giuseppe Berdinazi (Tarcísio Meira), ele sabia muito pouco, porque o pai pouco se referia a ele e, quando falava, era com raiva; raiva dele e dos tios que nunca chegou a conhecer. Escondido, o pai contava para ele: “Seus tios roubaram sua mãe.” E foi por causa dessa rivalidade que Bruno cresceu sem nunca incluir o nome Berdinazi na sua assinatura.[/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”LUANA – Patrícia Pillar”] Moça simples, de beleza singela, sobreviveu a um trágico acidente que matou toda a sua família e, como órfã, enfrentou todos os tipos de dificuldade. Foi salva pelos cuidados de uma freira, que a batizou com o nome de Luana, mas sua identidade verdadeira é desconhecida. Empregou-se em muitas casas de família, trabalhou pesado no campo, e muitas vezes foi assediada por patrões e outros homens de quem era subalterna, mas nunca cedeu. Por causa disso, sempre teve aversão ao sexo oposto. Dotada de uma grande força de vontade e rara inteligência, aparenta certa ingenuidade, o que a faz ainda mais graciosa. Tem um espírito valente e um brio a toda prova. Por acaso, junta-se ao grupo dos sem-terra que invade uma das fazendas de Bruno Mezenga (Antonio Fagundes), de quem chama a atenção desde o primeiro momento em que se veem, e acaba sendo “adotada” por ele como empregada. Luana nunca havia sido tratada com dignidade e carinho, por isso se envolve profundamente com o patrão. Eles enfrentam várias adversidades para assumir o romance, mas ela é capaz de dar a volta por cima das humilhações da família e dos serviçais dele, principalmente depois que descobre sua verdadeira identidade: Marieta Berdinazi, filha de Giácomo (Manoel Boucinhas), e, portanto, a sobrinha que Geremias (Raul Cortez) tanto procura. A história de Luana é uma história de luta e de amor.[/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”SENADOR CAXIAS – Carlos Vereza”] Grande amigo de Mezenga (Antonio Fagundes), casado há muitos anos com Rosa (Ana Rosa) e pai de Liliana (Mariana Lima). Exemplo de político honesto, idealista e responsável. Nem vai para a casa, passa os fins de semana em Brasília, e não perde uma sessão do Congresso. Está realmente preocupado com as questões da terra.[/tab][/tabs]

 

[tabs][tab title =”ZÉ DO ARAGUAIA – Stênio Garcia”] Capataz da fazenda de Bruno Mezenga (Antonio Fagundes) o Araguaia. Figura simpática, de uma lealdade absoluta ao patrão. Ajudou-o a derrubar aquelas matas e plantar as primeiras pastagens. Casado com Donana (Bete Mendes), é um marido fiel, até tomar uns goles a mais e ficar meio bagunceiro. Mas é incapaz de se deitar com alguém, ainda que passe a noite inteira de farra, num bordel de estrada. Traz no nome a região onde nasceu e foi criado, à beira daquelas águas. Quando recebe Luana (Patrícia Pillar) na fazenda, a pedido do patrão, praticamente a adota como a filha que nunca teve. É totalmente do bem e da paz mas, se for preciso, é bom de briga. Muito respeitado pelos peões.[/tab][/tabs]

[tabs][tab title =”MARIETA / RAFAELA – Glória Pires”] Jovem bonita e esperta, aparentemente muito sofrida, que se apresenta a Geremias (Raul Cortez) como filha de seu irmão Giácomo (Manoel Boucinhas), morto no acidente de um caminhão de boias-frias. Provoca a imediata reação dos empregados do fazendeiro, que seriam ricamente beneficiados pelo seu testamento. A trama apresenta a personagem como uma impostora, mas há um mistério que cerca Marieta e, aos poucos, a história vai revelando quem ela realmente é. Independente disso, sua chegada fortalece o exército Berdinazi na fase da briga contra os Mezenga.[/tab][/tabs]

Inscreva-se em nosso canal no Youtube!
loading...

Deixe um Comentário

script src="//cdn.pushnews.eu/push/ilabspush.min.js" async>